logo1

Contate-nos

icon1 Informações e Dúvidas
email Enviar email Clique Aqui
atendimento  Suporte Horário Comercial
developer Resposta em até 24 horas

Como identificar a puberdade precoce em meninas e meninos

Descrição - A puberdade precoce é um quadro muito mais incidente em meninas do que em meninos. De modo geral, os sintomas das meninas são muito mais visíveis, principalmente porque a menarca (primeira menstruação) é um sinal que dificilmente passa despercebido.

Entendendo o processo

A puberdade é um fenômeno que acontece a partir da comunicação entre as glândulas sexuais (também chamadas de gônadas, que nada mais são do que os ovários nas meninas e os testículos nos meninos) e a hipófise, uma glândula pequenina localizada no cérebro, que regula diversas funções no nosso corpo. Alterações em ambas as glândulas podem causar a puberdade precoce. Se o problema ocorre na hipófise, ela é chamada de central e, se ocorre sem o envolvimento da hipófise, o quadro é chamado de periférico.

A hipófise libera os hormônios que estimulam as gônadas (ovários e testículos) a começarem a produzir os hormônios sexuais (estrógeno, progesterona e testosterona). A testosterona é comum em ambos os sexos, mas em quantidades diferentes, enquanto o estrógeno e a progesterona são exclusivamente femininos.

A partir daí, cada um desses hormônios age modificando o corpo de formas diferentes de acordo com o gênero. Por isso mesmo, a puberdade (precoce ou na hora certa) apresentará sinais diferentes em meninos e meninas. Veja como diferenciar o processo em cada gênero:

Puberdade precoce em meninas

Apesar de a menstruação ser um dos sinais mais óbvios de que a puberdade está chegando para uma garota, ela não é o primeiro deles. "A puberdade nas meninas se inicia entre os oito e os 13 anos de idade e o primeiro sinal de seu aparecimento costuma ser o surgimento do broto mamário, ou seja, um crescimento inicial dos seios", explica a hebiatra Andrea Hercowitz, pediatra especializada em adolescentes. Seis meses depois disso é que começam a aparecer os pelos pubianos e depois nas axilas. Só depois disso é que a primeira menstruação chega.

É muito raro que a menstruação ocorra antes do desenvolvimento do corpo, mas isso pode acontecer. "Em uma pequena porcentagem dos casos, quando a puberdade precoce é periférica, ela pode começar com sangramento vaginal, mas depende das diversas causas", considera o endocrinologista pediatra Felipe Monti Lora. Em geral esses casos envolvem doenças genéticas raras, como a Síndrome de McCune Albright, por exemplo. Mas o que pode acontecer, também, é que o intervalo entre esse desenvolvimento inicial do corpo feminino e a menstruação seja mais curto do que o normal.

Quando o crescimento inicial dos pelos pubianos ocorre antes dos oito anos, pode ser considerado um motivo de alarme. O ideal é diagnosticar o problema nesse estágio antes da menstruação, pois há mais chances do quadro ser inicial e assim ele poderá ser pausado com o tratamento adequado.

Puberdade precoce em meninos

Já os meninos não têm mudanças físicas tão drásticas quanto as meninas. Na verdade, o começo da puberdade masculina é mais discreto, como define a hebiatra Andrea, envolvendo primeiramente o aumento do volume dos testículos normalmente a partir dos nove anos de idade (mas pode ocorrer até os 14 anos). Entre seis a doze meses depois crescem os pelos pubianos, e só depois de um tempo os pelos das axilas e barba despontam também. Junto com tudo isso, há também o desenvolvimento do pênis, que primeiro aumenta de comprimento e depois de diâmetro.

Por isso mesmo, o diagnóstico em meninos é um pouco mais complicado e merece atenção. "O aumento do volume dos testículos antes dos nove anos de idade é o principal marcador da puberdade precoce, mas raramente é percebido pelos pais. O aparecimento precoce de pelos pubianos, barba ou pelos nas axilas é o que costuma chamar a atenção. Observar a velocidade de crescimento das crianças também é importante", considera Andrea Hercowitz.

Outro sinal importante é que apesar do aumento dos testículos, muitas vezes o tecido do saco escrotal não acompanha esse desenvolvimento. Por isso, é normal que a pele desta região se torne fina e rosada nesta fase.

A puberdade precoce periférica nos meninos pode apresentar uma inversão na ordem dos sintomas, assim como ocorre nas meninas. No caso, poderia haver um crescimento dos pelos pubianos antes do aumento dos testículos. Mas esse tipo de quadro é ainda mais raro no gênero masculino.

Fonte:

Portal Minha Vida

anuncio afonso